x

Simulador de financiamento


1
2
3
4
5

Selecione a sua região

Selecione a sua cidade

Veja como é possível usar o FGTS para comprar seu imóvel e aproveite essa oportunidade

Usar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para comprar um imóvel tem sido, para muitos brasileiros, uma boa alternativa. Com o país em crise econômica, investir na casa própria com esse rendimento é a opção mais utilizada por trabalhadores em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Neste artigo, você irá conhecer as possibilidades e como usar o FGTS para comprar um imóvel. Montamos também um passo a passo que irá te ajudar nesse processo.

Acompanhe e boa leitura!

O que é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e como usar para comprar um imóvel

Há aproximados 30 anos, cerca de 8% do salário de todo trabalhador contratado formalmente pelo regime CLT é destinado ao FGTS. Esse sistema visa garantir a proteção financeira aos brasileiros que são demitidos sem justa causa.

Com esse dinheiro, é possível financiar um imóvel ou até mesmo amortizar uma dívida. Outra possibilidade é usar o FGTS para comprar um imóvel através da entrada na aquisição de um empreendimento, o que diminui o valor ou a quantidade das parcelas, a depender do modelo de contrato de financiamento.

Para realizar o saque deste benefício, o trabalhador deverá ter contribuído por, no mínimo, 3 (três) anos, ininterruptos ou não. Além disso, o imóvel escolhido para investimento deverá ser na cidade onde o comprador trabalha.

Caso o consumidor já possua um imóvel, ele não poderá realizar a compra de um segundo com os valores do FGTS. Essa possibilidade é válida somente para a aquisição da primeira casa ou apartamento.

 

 

A Caixa Econômica Federal não permite que os recursos do FGTS sejam aplicados em residências para familiares, dependentes ou terceiros, por isso, não é possível usar o FGTS para comprar um imóvel destinado a outra pessoa

No entanto, você pode utilizar o FGTS do seu cônjuge, desde que, em contrato, ele seja considerado como co-adquirente do imóvel.

Ainda existe a possibilidade de utilizar o Fundo de Garantia para amortização ou liquidação de dívida de financiamento. O saldo devedor deve ser inferior ao valor acumulado no FGTS e deve ser liberado após avaliação de condições junto à Caixa Econômica Federal.

Quem pode usar o FGTS para comprar um imóvel

O FGTS é um valor que o trabalhador recebe em uma conta na Caixa Econômica Federal vinculada ao número do PIS do beneficiário. Esse dinheiro pode ser sacado quando o trabalhador é demitido ou quando é liberado pela Caixa para um financiamento, sendo transferido diretamente para a conta do proprietário do imóvel.

 

 

Como sacar o FGTS: conheça as novas regras

As novas regras de saque do FGTS foram atualizadas em julho de 2019 pelo Governo Federal. São elas:

  • até R$ 500 por conta: os trabalhadores podem fazer um saque imediato de até R$ 500 por conta ativa e inativa no FGTS. No caso do trabalhador ter mais de uma conta ativa, poderá sacar até R$ 500 de cada uma;
  • saque-aniversário: está previsto para 2020 a liberação do saque de um percentual (5% a 50%) do FGTS no mês do aniversário do trabalhador;
  • rendimento e crédito: o lucro do fundo passará a ser repassado integralmente aos trabalhadores.

Com essas regras, os valores depositados poderão ser movimentados.

Confira o passo a passo para utilizar o FGTS para a casa própria

Após entender como funciona o FGTS para comprar imóvel, veja a seguir o passo a passo para utilizar o fundo como investimento na casa própria.

Consultar o FGTS

O primeiro passo é consultar o saldo do FGTS. Se o valor total for inferior ao valor do imóvel, é recomendado fazer o investimento em apenas uma entrada ou utilizá-lo como pagamento em algumas parcelas.

Caso o valor disponível no fundo seja superior ao valor total do imóvel, é possível quitar a compra com o FGTS.

Confira o infográfico: como utilizar a renda familiar no financiamento imobiliário

Para saber qual o saldo do FGTS, é importante ter em mãos a carteira de identidade e o NIS (Número de Identificação Social), gerado a partir do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), também vinculado à Caixa Econômica Federal.

Com isso, você pode:

  • verificar o extrato que a Caixa Econômica Federal envia trimestralmente à sua casa;
  • dirigir-se à uma agência da Caixa;
  • consultar o site do fundo de garantia.

 

Depois de saber qual o seu saldo total do FGTS, você poderá pesquisar por imóveis condizentes com as suas finanças.

Verificar as condições do imóvel

Após isso, é  importante verificar se o imóvel escolhido está de acordo com os termos próprios para uso do fundo de garantia. A seguir, veja algumas condições necessárias para o imóvel se classificar como apto para o FGTS:

  • ser financiado pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação);
  • ser casa ou apartamento urbano, residencial e destinado à moradia do solicitante;
  • não ser utilizado para fins comerciais;
  • não pode ter sido objeto de operação com FGTS nos últimos três anos.

Após se certificar se o imóvel está apto para receber valores do fundo de garantia, é preciso juntar a documentação necessária para iniciar o processo de compra ou financiamento.

Documentação necessária

Para usar o FGTS na compra de um imóvel são necessários documentos específicos. Eles são referentes ao imóvel e também ao comprador.


 

Fazem parte da lista de documentação os seguintes itens:

  • RG e CPF do comprador e do corretor responsável pela negociação;
  • a certidão de nascimento;
  • a certidão de estado civil, se for o caso;
  • a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • comprovante de residência atual com, no máximo, 3 meses de vencimento — contas de serviços, como água, gás ou luz;
  • a certidão de matrícula e uma cópia do IPTU do imóvel que deseja comprar.

Após a validação desses documentos, a Caixa Econômica Federal libera o valor estipulado em contrato diretamente à construtora ou vendedor. Desta forma o comprador não tem nenhum acesso ao valor do FGTS.

Consultar um agente financeiro

Mesmo com toda a documentação em dia e aprovada, é necessário uma terceira pessoa na transação para a compra de um imóvel utilizando o FGTS.

Por isso o agente financeiro tem  papel fundamental neste momento. É ele quem vai  sacar o dinheiro do FGTS e depositar na conta do vendedor.

É importante salientar que é função do comprador solicitar a atuação de um agente financeiro através de um documento. 

Atuam como agentes financeiros: bancos, imobiliárias, consórcios, securitizadoras e entidades abertas de previdência complementar.

Atenção! Alguns bancos não operam com FGTS, por isso é importante consultar sua agência bancária antes de iniciar este procedimento. 

Assim, o FGTS leva cerca de cinco dias para ser liberado. Os demais processos burocráticos costumam levar uma média de 60 a 90 dias.

Posso usar o FGTS para comprar um imóvel na planta?

No orçamento de um imóvel na planta é preciso adicionar de 20% a 30% a mais em custos extras, como vistoria, ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) etc, até que o empreendimento esteja pronto para morar. Esse valor pode ser negociado caso o saldo do seu fundo de garantia cubra a maior parte do investimento no imóvel.

Assim, você pode incluir o seu saldo previamente na negociação e utilizar o fgts para compra de imóvel, seja uma casa ou apartamento.

Atualmente, o valor máximo por lei para a compra de um imóvel utilizando o saldo do FGTS é de 950 mil reais para Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. Para os demais estados, o limite é de R$ 800 mil.

Conte com a Prestes para fazer o financiamento do seu imóvel

Agora que você já sabe como usar FGTS para comprar imóvel, é hora de concretizar o seu sonho da casa própria!

Você sabia que o financiamento habitacional pode ser feito também por uma construtora de imóveis?

Mas, lembre-se, é preciso procurar por um lugar no qual você confie e que tenha credibilidade no mercado, pois assim fica mais fácil evitar problemas.

Na Prestes você encontra as melhores taxas de juros e o tipo de imóvel ideal para sua família, podendo escolher entre casa ou apartamento.

Além de ter os melhores preços do mercado, a Prestes Construtora disponibiliza ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e registro em cartório gratuito para alguns imóveis.

Para obter mais informações entre em contato com um de nossos corretores pelo nosso site ou WhatsApp, pelo número (42) 9 9845-0003, e solicite já uma análise de crédito.

Gostou do nosso conteúdo sobre usar FGTS para comprar imóvel? Certamente estes três outros artigos poderão te ajudar:

Prestes Construtora: por pessoas para pessoas

Diferente, ousada e inovadora: assim é a Prestes Construtora, que atua no mercado desde 2009. Com a missão de gerar prosperidade e desenvolver comunidades felizes, a Prestes desenvolve empreendimentos imobiliários que transformam sonhos em realidade.

A empresa foca sua expertise no Programa Minha Casa Minha Vida e trabalha para se tornar a melhor e maior construtora do segmento no Paraná, mas sem se esquecer dos negócios voltados para o alto padrão. Seu compromisso está em promover a qualidade de vida e o bem-estar dos seus clientes e da comunidade, com ética e responsabilidade.

Entre em contato com nossos consultores