x

Simulador de financiamento


1
2
3
4
5

Selecione a sua região

Selecione a sua cidade

Você sabe o que é subsídio habitacional? Entenda como facilitar o processo de compra do seu imóvel

Comprar a casa própria é o sonho de muitos brasileiros. Agora, muitas pessoas podem realizar este sonho pelos programas e ações dos órgãos públicos. Uma forma de conquistar a casa própria é por meio do subsídio habitacional.

Este auxílio tem sido uma excelente saída para quem deseja investir no sonho da casa própria, e, mesmo sendo muito utilizado por uma grande parcela de brasileiros, esse benefício ainda gera muitas dúvidas.

Pensando nisso, trouxemos este artigo. Nele você irá encontrar:

  • O que é o subsídio habitacional;
  • Como ele funciona;
  • Quem tem direito ao subsídio;
  • O programa Minha Casa Minha Vida;
  • Como solicitar o benefício e muito mais.

Acompanhe nosso artigo e tire suas dúvidas sobre este assunto!

Mas o que é o subsídio habitacional? 

O subsídio habitacional consiste na concessão de dinheiro feita pelo governo com a finalidade de manter acessível o processo de aquisição de moradia, principalmente para famílias de baixa renda, na compra da primeira casa ou do primeiro apartamento.

Como funciona o subsídio habitacional? 

O subsídio habitacional funciona da seguinte forma: o governo oferece uma verba às famílias de até uma determinada renda para diminuir a parcela do financiamento. Dessa forma, o subsídio habitacional funciona como um desconto no valor do imóvel.

O beneficiário ganha o valor do governo, sem precisar devolver o subsídio habitacional, exceto em situações em que seja comprovada algum tipo de fraude, como pessoas com renda familiar superior ao limite de concessão, que fazem parte de outros programas etc.

Na prática, se foi concedido um subsídio de R$ 20.000,00 para quem deseja comprar um apartamento popular de R$ 100.000,00, o beneficiário do programa só precisará financiar o valor de R$ 80.000,00.

O subsídio habitacional é um auxílio para ajudar quem deseja comprar o primeiro imóvel. Para ser contemplado é preciso passar por análise do valor e da localização do imóvel, como também da renda familiar. Quanto menor a renda familiar, maior o valor do subsídio habitacional.

O valor concedido não funciona como entrada de um apartamento ou de uma casa. O subsídio habitacional funciona como um abatimento do valor do financiamento, isto é, as parcelas serão menores. Por isso, é importante lembrar que será necessário ter 20% do valor total do imóvel para realizar a compra. 

Quem tem direito ao subsídio habitacional?

Para ser aprovado em um programa de subsídio habitacional, é preciso ser brasileiro ou naturalizado, ter no mínimo 18 anos, não ter sido contemplado por outros programas de subsídio habitacional e não possuir nenhum imóvel em seu nome.

Já para quem tem um rendimento mensal mais robusto, com renda familiar de até R$ 6.500,00, pode contactar programas de subsídio habitacional por meio de empreendimentos de imóveis e construtoras de forma individual. 

É importante salientar que os programas buscam atender pessoas em vulnerabilidade social e econômica, então a prioridade são famílias de baixa renda. Quanto menor a faixa de renda, mais vantagens do governo.

 

Renda familiar: saiba como utilizá-la no financiamento imobiliário

 

Conheça o programa Minha Casa Minha Vida, que oferece os melhores subsídios habitacionais

O Programa Minha Casa Minha Vida é uma iniciativa do governo federal de subsídio habitacional. O programa oferece financiamento de imóveis em áreas urbanas para, principalmente, famílias de baixa renda, com renda bruta mensal de até R$ 7.000,00. 

O Minha Casa Minha Vida oferece os melhores subsídios habitacionais porque é um programa popular. Ele é realizado pela Caixa Econômica e prioriza famílias com o rendimento bruto de até R$ 1.800,00. Você pode encontrar mais informações no próprio site da Caixa.

Desde o seu início, em 2009, de acordo com o UOL Economia, o programa de subsídio habitacional já possibilitou a construção de 5,7 milhões de unidades, sendo que 4,3 milhões de unidades já foram entregues e 222 mil estão em construção. 

Hoje, o Minha Casa Minha Vida se concentra mais nas Faixas 1,5 e 2, que utilizam o FGTS como forma de pagamento do imóvel próprio em conjunto com o subsídio habitacional. As famílias contempladas têm renda entre R$ 2.600,00 e R$ 4.000,00. 

Mas o que são as faixas do subsídio habitacional do Minha Casa Minha Vida?

 

As faixas são os parâmetros para decidir de que forma a família receberá o subsídio habitacional.

 

FAIXA DE RENDA

RENDA FAMILIAR

SUBSÍDIO HABITACIONAL

FAIXA 1 ATÉ R$ 1.800,00 Financiamento em até 120 meses com prestações entre R$ 80,00 e R$ 270,00.
FAIXA 1,5 ATÉ R$ 2.600,00 Financiamento pela Caixa com taxa de juros de 5%. O beneficiário terá 30 anos para pagar o financiamento de até R$ 47.500,00.
FAIXA 2 ATÉ R$ 4.000,00 R$ 29.000,00.
FAIXA 3 ATÉ R$ 7.000,00 Taxas de juros menores que as do mercado.

Como solicitar o subsídio habitacional?

Para solicitar o benefício, é preciso fazer uma simulação online no programa que atende à sua situação para garantir as maiores vantagens. Os documentos necessários nesta etapa normalmente são:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de renda; e
  • Última declaração do Imposto de Renda (se for o caso).

Caso a família seja considerada de baixa renda, com ganhos inferiores a R$ 1.800,00, ela deverá apenas se cadastrar no órgão da prefeitura responsável pelo programa habitacional (COHAB) e esperar para assinar o seu contrato. 

Para famílias de rendas maiores, o subsídio habitacional deverá ser mediado por um consultor imobiliário que fará a inscrição e verificará as taxas de juros e o valor total do imóvel, da entrada e das parcelas. Caso você seja autônomo, ainda é possível usufruir do subsídio habitacional comprovando a renda com extratos bancários dos últimos seis meses.

Quais outros programas oferecem subsídio habitacional?

Além do Minha Casa Minha Vida, existem outros programas de subsídio habitacional que podem auxiliar na realização do sonho da casa própria. 

COHAB E CDHU

Assim como o Minha Casa Minha Vida, a Companhia de Habitação Popular (COHAB) e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) são programas com objetivo de construir e financiar imóveis para pessoas de baixa renda. A diferença entre eles é o órgão financiador.

O responsável pelo subsídio habitacional do COHAB é o município. Já o responsável pelo CDHU é o governo estadual. Para adquirir um imóvel por meio do programa do governo estadual, é preciso comprovar a renda, aguardar abertura das inscrições e participar do sorteio público. No Paraná, por exemplo, muitas vezes, há redistribuição de imóveis ociosos e parcerias com construtoras.

Os programas dos municípios oferecem financiamento e juros baixos, no entanto os valores variam de acordo com a localidade, então a dica é procurar o site da COHAB da sua cidade. Outra dica interessante é: caso a renda familiar seja menor que R$ 1.600,00, é possível pedir subsídio habitacional ao município em conjunto com o Minha Casa Minha Vida.

Do subsídio habitacional da Caixa Econômica, o Minha Casa Minha Vida é o que apresenta as melhores vantagens e possibilita realizar o sonho da casa própria ao diminuir as parcelas do financiamento do imóvel.

O cadastro do Minha Casa Minha Vida é muito simples e pode ser realizado pelo próprio site da Caixa Econômica. Para mais dicas de como realizá-lo você pode encontrar informações em nosso blog.


Conte com a Prestes para conquistar seu imóvel próprio

Nós sempre pensamos na qualidade de vida e no bem-estar daqueles com quem trabalhamos. Com o lema “Por pessoas, para pessoas”, a Prestes trabalha com afeto e atenção, sendo a melhor opção para ajudar a realizar o sonho da compra do primeiro imóvel. 

Realizamos este trabalho de mediar com a Caixa Econômica Federal e auxiliar nas simulações para a compra do seu primeiro imóvel por meio dos programas habitacionais. 

Ajudamos ainda o cliente a atender às exigências dos programas, como também nas melhores estratégias para investir, entregar a documentação e na escolha dos imóveis. Além disso, o grupo apresenta em seu catálogo diversas opções de apartamentos que garantem a alegria de quem finalmente realizará o sonho de adquirir o próprio imóvel.

E já que você aprendeu como funciona o subsídio habitacional, chegou a sua vez de investir em sua casa própria! Fale com um de nossos consultores e tire suas dúvidas.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite também para conferir mais conteúdos como este: