x

Simulador de financiamento


1
2
3
4
5

Selecione a sua região

Selecione a sua cidade

Como financiar um imóvel: documentos, taxas e outras dúvidas

O sonho da casa própria é um desejo para muitos brasileiros. Mas comprar um imóvel à vista nem sempre é possível, sobretudo diante da realidade econômica do país. Por causa disso, a casa própria financiada ainda é uma opção muito utilizada.

De certa forma, financiar um imóvel é uma tarefa que demanda algum conhecimento imobiliário. Muitas dúvidas surgem no caminho e é importante decidir, entre as opções do mercado, qual financiamento melhor se adequa ao seu perfil.

Neste artigo você vai sanar algumas das principais dúvidas sobre como financiar um imóvel: documentação, taxas, prazos e outros elementos necessários. Irá também conhecer como funciona o financiamento com a Prestes Construtora.

Boa leitura!

Passo a passo: como financiar um imóvel

O financiamento é uma linha de crédito de longo prazo oferecido por instituições financeiras, bancos públicos ou privados para aquisição de imóveis. 

A partir do momento que o crédito é liberado para financiamento imobiliário, a instituição financeira repassa o valor referente ao pedido para o vendedor do imóvel. Essa quantia pode ser o valor total do imóvel ou parte dele.

Em seguida, conforme acordado em contrato, o comprador do imóvel deve pagar as parcelas desse acordo financeiro. Essas parcelas variam de acordo com o tipo de financiamento imobiliário e o prazo de pagamento pode chegar a até 35 anos.eBook Tudo que você precisa saber para comprar seu primeiro imóvel

Para iniciar um pedido de financiamento é preciso estar atento a alguns pré-requisitos antes de fazer a solicitação ao banco. Caso o perfil do comprador não se encaixe nas exigências, o pedido pode ser negado, frustrando, mesmo que momentaneamente, a realização de um sonho.

Os pré-requisitos gerais são:

  • maioridade civil;
  • comprovar renda suficiente para indicar a sua capacidade de quitar as prestações;
  • as parcelas não podem ultrapassar 30% da renda familiar do comprador; e
  • não ter o seu nome incluído em órgãos de proteção ao crédito (SPC, SERASA, entre outros).

Após verificar tais exigências, é interessante fazer uma simulação do financiamento. É uma etapa muito importante para quem está em busca de um bom financiamento de imóvel.

Essa simulação pode ser feita on-line, no site da própria instituição financeira.

Há diferentes bancos e instituições no mercado oferecendo pacotes de financiamento, o que significa que as taxas de juros e condições de pagamento mudam de acordo com a instituição financeira.

Além de ter os melhores preços e taxas do mercado, a Prestes Construtora disponibiliza ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis) e registro em cartório gratuito para alguns imóveis.

Sendo assim, é importante escolher a instituição financeira com as melhores condições de financiamento para você, ou seja, taxa de juros menores e valores e prazos adequados às suas necessidades.

Quer ter outras opções para avaliar no momento de decidir como comprar o seu imóvel? Que tal saber como fazer o financiamento Minha Casa Minha Vida?

Após a simulação do financiamento, escolha o banco ou a instituição de sua preferência para dar entrada na solicitação. Para financiar um imóvel é preciso ir pessoalmente à agência bancária, pois esse processo trata de uma linha de crédito apenas concedida presencialmente, na instituição.

como financiar um imóvel

Ao solicitar o financiamento imobiliário, a etapa seguinte consiste na entrega dos documentos e análise de crédito. Inicialmente, os documentos que devem ser levados para a instituição financeira são:

  • RG e CPF, originais e cópias;
  • comprovante do estado civil e comprovante de renda; e
  • a documentação de seu cônjuge, caso seja casado(a) ou esteja em união estável.

Outros documentos são pedidos após o início da solicitação de financiamento; sobre isso falaremos mais abaixo.

Seguinte a esta etapa de documentação, o banco realiza a análise de crédito. Nessa análise o banco confirma as informações sobre a renda e calcula se ela é compatível para quitar a dívida do financiamento. Geralmente, o valor do financiamento concedido não pode comprometer mais do que 30% de sua renda em suas parcelas.

O processo de financiamento imobiliário é bastante burocrático. Certamente haverá algumas visitas ao banco até que seja concluída esta etapa documental. 

Em uma dessas visitas, será necessário indicar qual imóvel será financiado, para que ocorra posteriormente uma avaliação feita pelo próprio banco a fim de confirmar o valor demonstrado por você.

O prazo para o laudo ser concluído é de aproximadamente 15 (quinze) dias. É nesse momento que o banco também analisa outros documentos pertinentes ao vendedor para se certificar de que o imóvel não tem nenhuma pendência judicial ou legal.

Taxas

Após a avaliação do imóvel e liberação do crédito, a instituição financeira libera o contrato de financiamento imobiliário. Com a assinatura do contrato, inicia-se o pagamento das parcelas.

Esse contrato deve ser registrado em um Cartório de Registro de Imóvel, o qual torna o comprador legalmente reconhecido como o proprietário.

Para registrar o imóvel, é necessário também que seja pago o valor correspondente na tabela de registros do Cartório.

O custo do registro do imóvel varia de acordo com cada estado e com o valor do imóvel. Além disso, também incide o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis). Os empreendimentos da Prestes em Ponta Grossa e Tibagi possuem ITBI gratuito; em Londrina, o ITBI é parcelado em até 18 vezes. 

A partir desse momento, o comprador passa a cumprir o acordo de financiamento, pagando as parcelas estabelecidas em contrato e com a possibilidade de quitar a dívida com moeda nacional ou com saldo do FGTS.

Quais os tipos de financiamento

Ao escolher um financiamento, o comprador precisa escolher com qual tipo de juros irá lidar. Juros pré-fixados ou pós-fixados são referentes à correção monetária do financiamento. Isso significa que há diferentes formas de calcular a taxa de juros que incide nas prestações para financiar um imóvel.

Nos juros pré-fixados, a variação das taxas é definida em contrato. Já nos pós-fixados, há uma variação ao longo do contrato de acordo com os índices de inflação.

 


Conheça agora as opções de financiamento imobiliário.

Imóvel novo

Para financiar um imóvel novo, o Sistema Financeiro de Habitação é o meio utilizado. Nele é possível utilizar o FGTS como parte do pagamento.

Para isso, é preciso comprovar ao menos três anos de trabalho CLT (carteira assinada), e as prestações não podem ser maior que 30% da renda total do comprador.

Imóvel usado

Igualmente ao imóvel novo, para financiar um imóvel usado também é possível utilizar o saldo do FGTS como parte do pagamento.

Para financiar imóveis novos ou usados, as taxas de juros e documentações são as mesmas. A diferença entre estas opções é o tipo de financiamento e o número de parcelas.

Compra de terreno

O financiamento para compra de terreno é liberado pela instituição financeira desde que haja toda a infraestrutura no entorno, como vias de acesso, energia elétrica, saneamento básico etc.

Para garantir que o terreno será utilizado pelo comprador como um imóvel, as medidas legais e documentação de compra e venda são específicas, como a escritura definitiva do terreno.

Reforma e ampliação

Este tipo de financiamento é utilizado para serviços de melhoria ou aumento da área construída. É necessária também a escritura definitiva do terreno para que os trâmites legais ocorram sem nenhum problema.

Quais os documentos necessários

Para cada etapa do financiamento, o banco ou a instituição financeira solicita uma série de documentos específicos, que podem, inclusive, variar entre uma instituição e outra.

Os documentos para financiamento de imóvel também são diferentes entre comprador e vendedor. De uma forma geral, RG, CPF, comprovante de residência e extrato do FGTS são as solicitações mais recorrentes.

O comprovante de renda também é uma documentação solicitada. No caso de trabalhadores em regime CLT, é necessário o holerite. Já para trabalhadores autônomos, imposto de renda, contrato de prestação de serviço ou declaração de sindicato da categoria são formas de comprovar a renda.

Para os trabalhadores informais, a comprovação da renda pode ser feita de outras formas, conforme a exigência do gerente da instituição financeira ou do banco.

Conte com a Prestes para fazer o financiamento do seu imóvel

Agora que você já sabe como funciona o financiamento de um imóvel, é hora de concretizar o seu sonho da casa própria!

O financiamento pode ser feito pelo banco de sua preferência ou por uma construtora de imóveis.

Mas lembre-se, é preciso procurar por um lugar no qual você confie e que tenha credibilidade no mercado, pois assim fica mais fácil evitar problemas.

Na Prestes você encontra as melhores taxas de juros e o tipo de imóvel ideal para sua família, podendo escolher entre casa ou apartamento.

Além de ter os melhores preços do mercado, a Prestes Construtora disponibiliza ITBI e registro em cartório gratuito para alguns imóveis.

Para obter mais informações entre em contato com um de nossos corretores pelo nosso site ou WhatsApp, pelo número (42) 9 9845-0003, e solicite já uma análise de crédito.

Gostou do nosso conteúdo sobre financiamento? Certamente estes três outros artigos poderão te ajudar:

Prestes Construtora: por pessoas para pessoas

Diferente, ousada e inovadora: assim é a Prestes Construtora, que atua no mercado desde 2009. Com a missão de gerar prosperidade e desenvolver comunidades felizes, a Prestes desenvolve empreendimentos imobiliários que transformam sonhos em realidade.

A empresa foca sua expertise no Programa Minha Casa Minha Vida e trabalha para se tornar a melhor e maior construtora do segmento no Paraná, mas sem se esquecer dos negócios voltados para o alto padrão. Seu compromisso está em promover a qualidade de vida e o bem-estar dos seus clientes e da comunidade, com ética e responsabilidade.

Entre em contato com nossos consultores